O blockchain, também conhecido como “o protocolo da confiança”, é uma tecnologia que visa a descentralização como medida de segurança e transparência de suas operações. São bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que possuem a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado, de forma eficiente, transparente e distribuída.
O potencial da tecnologia blockchain reside em sua capacidade de oferecer serviços transparentes e livres de censura de uma forma autônoma, distribuída e democrática

Principais Características

  • Descentralizado
  • Automatizado
  • Seguro

Segmentos que utilizam que utilizam Blockchain

Saúde

Profissionais e negócios ligados à saúde podem emitir versões digitais de documentos e registrá-las na blockchain, pois isso faz com que seja atribuído a cada uma delas um registro imutável dando conta do dia exato em que foram gerados. Isso permite, por exemplo, que receituários médicos não sejam fraudados e nem reutilizados, além do registro privativo e incorruptível de resultados de exames e demais informações médicas que estarão acessíveis somente ao paciente, ao médico ou ao que for configurado em termos de permissões, já que tudo é inteiramente configurável.

Educação

Escolas, cursos técnicos, cursos de idiomas, universidades e demais instituições de ensino podem digitalizar seus certificados e registrar os identificadores únicos, espécie de número de série, de cada um deles na blockchain. Essa prática torna muito mais fáceis o combate a fraudes e a validação da autenticidade dos diplomas por parte de empregadores ou outras partes interessadas. Por se tratar de uma abordagem digital para a criação e o controle de certificações, adicionalmente podem ser dispensados outros gastos com segurança, impressão de diplomas, provisão de vias adicionais dos certificados, dentre outros.

Cadeia de Suprimentos

Qualquer grande negócio, em especial aqueles ligados à alimentação ou logística, cujo trajeto entre a produção e a entrega ao consumidor final passe por múltiplas etapas em que algumas ou a totalidade delas seja de especial importância pode se beneficiar profundamente. Certificações de produção orgânica, rastreio detalhado de cafés especiais, rastreio de safras do produtor ao consumidor, selos de recebimento e envio para medidas ligadas à segurança da alimentação, rastreamento de entregas com registro infraudável, transparente e em tempo real, dentre outros casos possíveis.

 

Publicidade e Arte

Autores, editoras e veículos de comunicação podem registrar suas criações intelectuais digitalizadas na blockchain e assegurar quando e por quem foram criadas. Isso permite uma forma desburocratizada, rápida e barata de se gerar provas de existência da sua criação com a finalidade de provar que aquilo foi criado por você antes de qualquer outra pessoa, podendo ser um importante mecanismo no combate ao plágio e na prevenção de fraudes documentais.

Governo

A tecnologia blockchain pode ser uma importante aliada na eficiência dos gastos públicos e na transparência das informações referentes ao governo. Ao registrar dados essenciais referentes à prestação de serviços na blockchain, as instituições públicas podem ser auditadas pela população em tempo real. Tudo isso de forma segura, dado que uma vez registrados a blockchain assegura a integridade das informações, fazendo com que elas não possam ser alteradas para fins de censura, fraude ou corrupção, venham elas do setor público ou privado. Além disso, usos ainda mais inovadores da tecnologia blockchain nesse setor podem abrir espaço para maior participação dos cidadãos por meio do registro digital de assinaturas em projetos de lei de iniciativa popular, rastreabilidade do dinheiro público e criação de propostas online para orçamentos participativos.

Finanças

Com a emergência e o sucesso no uso do protocolo Bitcoin enquanto dinheiro digital e meio de pagamento descentralizado, assegurado pela tecnologia blockchain que foi criada para fazê-lo funcionar adequadamente, o mundo das finanças e seguros testemunhou a abertura de um espaço inédito de raro potencial: a digitalização de ativos. A tecnologia blockchain permite pela primeira vez criar bens únicos nos meios digitais, impossíveis de se falsificar por meio do “copiar” e “colar” tão comum em muito do que corre pela internet, como músicas, filmes e afins. Isso abre espaço para sistemas completamente novos para emissão e transferência de ações, títulos, pontos de fidelidade, cupons de desconto, “moedas” alternativas e outros ativos.